Pitoresco · E se fosse verdade…

É com grande pesar que nós, do Pitoresco, informamos que o Estúdio ruiu. O Ao Vivo morreu. E nós estamos cheias de saúde e tomamos conta! Uhul! Este é o Super Pitoresco de hoje.

Ozzy Osbourne joga debaixo de Chuva no Parque Antártica
O super performático cantor britânico Ozzy Osbourne vem fazer uma excursão no Brasil pela terceira vez. Ele promove seu mais recente álbum de inéditas, Black Rain, diretamente sobre o Rio de Janeiro (dia 3) e São Paulo (dia 5), avisa a Agência de Metereologia local.

No Rio, os mosquitos da dengue que se cuidem: o guitarrista Zakk Wylde promete acabar com a epidemia, dizendo que essa é a “razão principal da turnê”, em entrevista à Uol. (Até agora não sei se isso é verdade mesmo).

A apresentação na capital paulista será no Estádio Parque Antártica. O Palmeiras (dono do campo) só joga no domingo e fora de casa, e comemora antes da hora: não pegará um dia de trânsito infernal em Sampa.

Gil, a voz de Gil e o violão de Gil
“Acompanhado apenas por um violão e sua voz, o músico e Ministro da Cultura, Gilberto Gil, apresentou em Londres seu repertório de samba, bossa nova, afoxé e samba-reggae, falou de futebol e um pouco de política diante de um público em êxtase, que o recebeu e se despediu dele de pé.”

Perceberam essa abertura de matéria? Ela é verdadeira. Sim, a voz de Gil o acompanhou, o que foi de grande alívio para quem foi assistir ao show, e não apenas vê-lo. Aliás, foi um alívio levantar da cadeira depois pra se despedir do cantor. Afinal, era necessário ir embora depois do espetáculo.

O Ministro da Cultura deve ter ido à Londres e voltado depois de ler isso.

Total o quê mesmo?
No dia 17 próximo, Wanessa Camargo estréia novo show. E que show, porque serão nada menos que 13 músicos de apoio. Deve ser para os momentos em que a voz falta. E os nove bailarinos devem ser… Bom, isso a gente deixa pra lá.

O fato é que ela deve estar esperando que o álbum recém-lançado Total seja Flex e agrade tanto os recém-ex-baixinhos da Xuxa quanto os recém-emo-adolescentes soltos no mercado musical e ainda sem saber o que fazer com os ouvidos (a moda dos piercings já passou).

SertanHeavy
O Hudson, aquele que já esteve aqui no Estúdio, faz dupla sertaneja com o Edson, certo? Certo. Mas também toca guitarra como um autêntico roqueiro. Pois nesta sexta-feira ele lançará Turbination, primeiro trabalho solo. E dá-lhe heavy metal!

Ivan, Andria Busic (banda Dr. Sin) e Andreas Kisser (Sepultura) dão as caras no novo álbum. Bom, até onde a gente sabia, Hudson mantinha uma banda cover do Pink Floyd. E durante o show em que não sei porquê cargas d’água choveu à bersa aqui em Viçosa, só EU vibrei quando ele tocou acordes de músicas Pinkfloydianas. Desejo que ele mande tão bem quanto as prévias que fez no palco aqui. O que me pergunto é se sertanejeiros escutarão o CD.

O CD tem 13 faixas, devidamente comentadas abaixo (não que eu tenha tido o privilégio de escutar…):

Deep Van Riff · Qualquer semelhança com ou referência a Deep Purple, é mera coincidência.
Violência Armada Pt. 1 · Essa será um estouro para os ouvidos.
Turbination Locomotrox · Qualquer relação com Laranja Mecânica, também desconsidere.
VL Max · VL é volume, ok? Aproveite a dica.
Zum Zum Zum · Seria esse o refrão?
Ligaduriuns Metranca Inverts · Inversão de trancas metálicas ligadoras. Em português bem trabalhado.
Fat Riff In D6 · Véi, aqui a mão dele deve escapar do braço. Da guitarra.
Sinal de Vida · Muito boa a posição desta música. Pode ser que aqui ele declare: “depois do Fat Riff eu sobrevivi!”
Eu não vou mudar de Lado · Boa explicação. Continuará sertanejo com o Edson.
Delax · “Delas”, em emo-language.
Lágrimas de Deus · Sabe aquela canção “Heavy Metal do Senhor”?
Deixa pra lá · Exatamente assim que eu ia terminar meu comentário anterior.
K7 · Faltaram o “A” e o “4” no nome da música. O site deve ter suprimido. Isso, levando-se em conta a faixa 2. Todo mundo sentiu falta da parte 2. Ela é essa aqui. AK-47, prazer.

No dia 22 de abril, em São Paulo, Hudson fará um pocket show. Minha dúvida é se ele continua se apresentando como Hudson mesmo. Tem nome menos heavy que esse?

Vitor Araújo quebra piano e transforma em obra cinematográfica
Após se desfazer de um dos pianos que tinha em casa (agora só lhe restou um), o pianista adolescente-revoltado-sem-causa Vitor Araújo lançou o primeiro DVD. O trabalho tem versões sofisticadas, modernas, vanguardistas e muito criticadas pelos eruditos da música clássica.

Definido pelo Ziriguidum como “um popstar carismático”, ele não precisa cantar nem dançar para conseguir esse feito. Basta batucar e pisar o piano. Araújo disse em entrevista ao Serginho Groisman que é muito desperdício usar só as teclas do piano. Portanto, deve ser muito desperdício da parte dele usar só as mãos.

Pra quem não conhece, tente escutar: ele mistura clássico, jazz, popular e tudo o mais. Eu gostei da idéia, é ótimo poder dançar um Mozart. Detalhe: o pianista não declarou como conseguiu perder um instrumento.

Anúncios

3 comentários sobre “Pitoresco · E se fosse verdade…

  1. huahuahuahuahuaahu
    q isso???
    isso é verdade???
    do Hudson:????
    q massaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!
    hEAVY MeTAllllll!!!!!!!!!!!!!

  2. Sim, isso do Hudson é verdade mesmo.
    Na verdade, quase tudo é. O legal é descobrir em que eu menti ali. Ha

    o Pitoresco seguirá assim, semanalmente comentando sobre notícias que saem por aí.

  3. Vixe…

    Fiquei tonta…hahaha

    A única coisa ali que entendi foi “Heavy Metal do Senhor” que é música do meu muso Zeca Baleiro…hahahaha

    Muito legal sua matéria Lara!!!

    iupiiiii PITORESCO!!!

    Bjo!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s