Nando_Mariana

Celestial!

Hoje o Estúdio ao Vivo, excepcionalmente, vai sair do assunto da semana. Mas se acalmem, é por uma causa nobre: o show de Nando Reis e os Infernais, que parou a cidade de Mariana durante o Festival da Paz, na última sexta feira (30/05). Amanhã voltaremos com a programação normal.

Tudo vale a pena quando a caminhada não é em vão, já diria alguém por ai. E assim fui só, saído da Zona da Mata mineira rumo a Mariana. Terra do inconfidente Cláudio Manuel da Costa, ladeiras, subidas e descidas, praças, o coreto, igrejas … Tudo isso fez da cidade, que foi a primeira capital de Minas Gerais, um cenário perfeito para um grande espetáculo.

Como pano de fundo a Igreja de Nossa Senhora do Carmo e a Igreja de São Francisco de Assis, além da antiga cadeia. Como artista principal, um dos maiores compositores da música brasileira contemporânea: Nando Reis. “Não sei nem por onde começar. Não há palavras para descrever a beleza desse lugar”, disse ao encerrar a canção Relicário. O título da música poderia também denominar aquele momento raro.

Nando, claramente emocionado (e emocionando), tornou aquele momento inesquecível, da Letra A até a Z. A história parecia brotar daquelas paredes barrocas, que enfeitavam a Praça Minas Gerais, enquanto se ouvia canções como Luz dos Olhos, Espatódea e Resposta; além das ‘titânicas’ Não Vou Me Adaptar e Cegos do Castelo.

Ao lado do ex-titã a percussionista Lan Lan, as backing vocals Juju Gomes e Michelini Cardoso, além dos Infernais Carlos Pontual (violão/guitarra), Alex Veley (teclados), Felipe Cambraia (baixo) e Diogo Gameiro (bateria). Fez-se uma pausa para a transição entre a parte acústica e a elétrica.

Ao som de Sou Dela, a trupe voltou ao palco e, apesar do grande público, o show parecia intimista, tamanha a sintonia entre artista e platéia. Essa harmonia não cessou em nenhum momento. De perto do palco, acompanhava tudo , mas era difícil, naquele local, conseguir manter apenas um foco de atenção.

Confesso que Marvin marejou meus olhos. Um pouco pela letra e um pouco por saber que aquele momento mágico dificilmente se repetiria. Ao fim de Do Seu Lado, um sorriso incontido tomou conta dos vários rostos presentes naquele momento celestial. “O show acabou, feche o livro de histórias. Não haverá um bis”, como diria algum outro poeta. Sim, o show acabou. O livro de histórias ficará aberto, mas duvido muito que haja algum bis. Nando Reis em Mariana ficará por muito tempo marcado na memória desse narrador andarilho que, logo após a última música, zarpou novamente para casa.

Veja a canção Relicário clicando aqui.

7 comentários sobre “Nando_Mariana

  1. perfeito.
    e que coisa, daria o meu mundo autista pra estar lá.

  2. Lá, o artista emocionava enquanto a história brotava das paredes barrocas.
    Aqui, o jornalista emociona como se o momento estivesse próximo, brotando das palavras.
    Parabéns ao narrador andarilho!

  3. eu tive o fantastico prazer de estar neste show…e além disso abraçar o nando… parece cafone,mas eu amei esse momento!
    como fã de carteirinha,não pude deixar de voltar pra casa rouca e descabelada. isso graças a um dos melhores shows da minha vida!
    abraços

  4. Sr Hiroshi, fico muito feliz com seu comentario! mto legal!!! Que bom q consegui passar isso, pq foi exatamente o que se passou por lá, foi emocionante!

    Mayara, foi perfeito mesmo! Não daria pra mudar nada, nem uma virgula!!

    Abraços!!

    ps: dona Lara, pena que não deu pra vc e o Sávio irem! Seria muito massa!!! =\ Fica pra proxima!

  5. Oswaldo,

    Vc conseguiu passar sua emoção para mim com seu texto. Deve ter sido muito mágico mesmo.
    Já fui no show do Nando e ele realmete tem uma presença de palco belíssima…imagina só com um cenário como a cidade de Mariana…
    Momentos assim são eternos na nossa memória, não é?!!!

    Bjos!!!

    “…E as coisas lindas são mais lindas
    Quando você está
    Hoje você está
    Onde você está
    As coisas são mais lindas
    Porque você está
    Onde você está
    Hoje você está
    Nas coisas tão mais lindas…”

  6. Com certeza, Juliana!

    foi um dia especial, cada cena parece não querer se apagar da memória. Quem dera todo show fosse assim … quem dera todos artistas conseguissem fazer o que o Nando faz em cima de um palco, neh?!

    Bjoss!!

  7. Tive a oportunidade de ir nos 4 shows do Festival da Vida em Mariana, e sem dúvidas para mim, a surpresa mais grata do evento foi o show deste indivíduo.Confesso que nunca tinha parado pra ouvir um disco seu, mas conhecia as “clássicas” de sua carreira e sabia da força que tinha como um dos melhores compositores da musica brasileira da atualidade. Um show de quase 3 horas e a animação descomunal deste cara no palco fizeram de mim um fã de carteirinha a partir de então.
    Da-lhe FerNANDO REIS! (como diria um sujeito que deu carona a uma amiga ate Mariana no dia do show hehe)
    Abraços galera!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s