Moveis_coloniais

O nome não é nada convencional, assim como o som. O extenso time comandado pelo vocalista André Gonzáles – e que conta ainda com BC e Leonardo Bursztyn (guitarra), Beto Mejía (flauta), Eduardo Borém (gaita e teclados), Esdras Nogueira e Paulo Rogério (sax), Fabio Pedroza (Baixo), Renato Rojas (bateria) e Xande Bursztyn (trombone) – ou simplesmente Móveis Coloniais de Acaju (MCA), vem ganhando seu espaço no cenário da música independente do Brasil.

O nome provém da Revolta do Acaju, onde índios e portugueses lutaram contra britânicos, que se apossaram de um pedaço de terra na ilha do Bananal, no século XVIII.

A feijoada búlgara, denominação dada pela trupe ao seu estilo musical, leva algumas pitadas de reggae e ska, assim como de rock, salsa e samba. Além disso, as letras dão um tempero todo especial, tratando de problemas cotidianos com muito bom humor e com uma boa dose de ironia. Na salada de acompanhamento, se destaca a presença marcante dos instrumentos de sopro, que dão um ar de big band à MCA.

“Você tem alergia, micose, passa mal
Toma sempre um melhoral

A crescente agonia do seu ser denuncia

O seu cheque especial”

O primeiro cd, Idem, foi lançado em 2005 e teve uma boa aceitação do público. Em 2007 lançaram um novo single (Sem Palavras), com uma proposta um pouco diferente do primeiro disco. Uma linda letra, que bem poderia ser uma poesia melancólica. Isso surtiu efeito imediato. A música foi considerada uma das 50 melhores do país, na escolha anual da revista Rolling Stone, ficando com a 21ª posição.

Ainda em 2007, lançaram um EP com o vocalista da banda Autoramas, Gabriel Thomaz. O disco levou o sugestivo nome de Vai Thomaz no Acaju e foi gravado em vinil, com a releitura de bandas extintas como Little Quail e Câmbio Negro. As gravações para o novo cd devem começar já na metade de 2008.

Móveis Coloniais de Acaju é uma boa pedida pra quem quer ouvir musica de boa qualidade e se divertir com as letras. Vale a pena conferir.

“Se a vida lhe propõe certas agonias
Melhor se prevenir e não ser sadomasoquista”

Fotos: site oficial

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s