Artista Completo

post_1

São 33 anos de música, dança, sensualidade e carisma em cima do palco. Ele já foi “O Amante” (1979), “Espetacular” (1982) e “Aventureiro” (1998) em discos que somam mais de 20 na carreira – dentre inéditos, regravações e coletâneas. Sidney Magal saltou de programas de TV, boates e casas noturnas aos palcos europeus; de música italiana e MPB aos ritmos latinos; e com influências que formam uma verdadeira “salada musical” (expressão do próprio artista) construiu um caminho de sucesso.

Festa Brega

A decoração do palco, as músicas de abertura e as roupas dos organizadores adaptavam o ambiente do Espaço Multiuso na Universidade Federal de Viçosa ao tema da festa que trouxe como principal nome Sidney Magal. Ainda na fila de entrada, era clara a diversidade do público em relação a idade e estilo mas, ao mesmo tempo, a animação compartilhada. Cores e combinações inusitadas traduziam a diversão de cerca de 4.500 pessoas no evento produzido pelo Hospital São João Batista em parceria com a Comissão de Formatura-UFV (Janeiro de 2010).

A banda Ponto Com deu início às apresentações da noite, com repertório nostálgico que incluía sucessos da Jovem Guarda, do estilo Brega, Lambadas, músicas infantis e internacionais – Bee Gees, ABBA, The Beatles, Village People, dentre outros. O grupo ainda retornaria ao final para cantar os estilos Axé e Sertanejo. O DJ Alessandro Trevisano também participou como atração.

Ao ser anunciado o nome de Sidney Magal, o público concentrou-se em frente ao palco. Cartazes chamaram atenção e as manifestações de fanatismo pelo cantor dificultaram o trabalho dos seguranças.

Continuar lendo