No Ar: Musical Box [10] – The grand wizard of classic rock

A semana começou menos mágica. As homenagens a Ronald James Padavona (10/07/1942 – 16/05/2010) anteciparam a celebração pela vida e obra do músico, que será realizada no Hall of Liberty, em Forest Lawn (Hollywood) no próximo domingo (30). Metallica tocou a introdução de “Children of the Sea” em Lisboa, Pearl Jam ensaiou o riff de “Heaven and Hell” nos Estados Unidos, Steve Morse (guitarrista do Deep Purple), disse que “todos que o conheceram sentirão sua falta, assim como qualquer um que já o tenha ouvido cantar”. Declarações de Ritchie Blackmore (Rainbow), da banda Kiss, de Slash, David Coverdale (Whitesnake), Mike Portnoy (Dream Theater), de Ozzy Osbourne e dos integrantes da banda brasileira Angra exaltaram a eternidade da música do cantor.

“The grand wizard of classic rock”, alimentou a certeza de que “há muito mais do que viver” durante a batalha contra o câncer, iniciada há pouco mais de um mês [como afirmou em entrevista concedida dia 08 de abril]. Com o nome artístico Ronnie James Dio – em homenagem ao mafioso italiano Johhny Dio – o cantor tornou-se conhecido como dono da voz mais importante da história do heavy metal.

Os brasileiros acompanharam a expressão vocal de Dio em 16 de maio de 2009, em São Paulo, com a banda Heaven & Hell – formada pelos ex-integrantes do Black Sabbath Tony Iommi (guitarra), Geezer Butler (baixo) e Vinnie Appice (bateria), que trabalhavam na produção de um DVD pelos 30 anos de lançamento do disco “Heaven And Hell”.

Seria um dos mais de 40 álbuns na carreira de Dio, que gravou o primeiro disco em 1972, passou pelo grupo Rainbow e foi convidado em 1980 para assumir os vocais de Black Sabbath.

Tanto nas produções dos Cds da banda (“Heaven And Hell”, “Mob Rules”, “Live Evil” e “Dehumanizer”) quanto no primeiro grupo ELF (antigo Vegas Kings), nos discos solos (como “Holy Diver”, “The Last in Line” e “Sacred Heart”) e nos projeto Heaven & Hell e Hear ‘n Aid (beneficente), Dio se estacou no cenário do Rock internacional pela habilidade vocal .

Curiosidade

A participação importante e influente de Dio no Heavy Metal passa também pela invenção do gesto que tornou-se tradição entre fãs e ídolos do estilo. Os “chifres do diabo” feitos com as mãos representam um símbolo usado para afastar (ou provocar) o “mau olhado”. O costume “herdado” da avó italiana tornou-se parte da cultura metal.

………………………….

SITE:  http://www.ronniejamesdio.com

MYSPACE: http://www.myspace.com/dioofficial

TWITTER:  @OFICIALRJDIO

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s